Blog

Técnico em Agropecuária: Que profissão é essa?

Técnico em Agropecuária: que profissão é essa?Se você está pensando em seguir carreira na Agropecuária, é importante pesquisar as áreas de atuação, as habilidades necessárias, as expectativas do mercado de trabalho e as projeções de crescimento. 

Com a intenção de ajudar nesse momento decisivo da escolha da carreira profissional é que trazemos alguns esclarecimentos:

Escolhendo a profissão

 

Escolher a carreira profissional não é mesmo uma tarefa fácil. É preciso investir em autoconhecimento, pesquisa, contar com o apoio dos pais e/ou com a orientação de um profissional. Com a área já definida, é a hora de escolher o curso e a instituição.

 
A opção do curso técnico

 

Os cursos técnicos podem ser um caminho rápido para a aquisição de conhecimento técnico específico e a oportunidade para aqueles que desejam uma inserção imediata no mercado de trabalho. Profissionais que passaram pelo ensino técnico têm grande empregabilidade, além das vantagens a seguir:

- Rapidez na formação

- Mensalidades mais acessíveis

- Formação prática

- Ótimo retorno financeiro

- Estágio durante o curso

-  Ótima aceitação no mercado 

- Maior preparo para uma universidade

 

O que é a área de Agropecuária?

 

Entre as diversas áreas profissionais, a agropecuária está em alta no país. É a junção de duas atividades: agricultura (cultivo de plantas), e pecuária (criação de animais), seja para consumo humano ou para fornecimento de matérias-primas para a indústria alimentícia, de medicamentos, cosmética, têxtil e de biocombustíveis, entre outras.

 
O que faz um profissional de Agropecuária?

 

Planejar, executar, acompanhar e fiscalizar projetos agropecuários, administrar propriedades rurais, realizar levantamentos topográficos, elaborar e monitorar programas preventivos de sanitização da produção animal, vegetal e agroindustrial e atuar em programas de assistência técnica, extensão rural e pesquisa são algumas das responsabilidades do profissional formado em Agropecuária.

 
Tipos de curso 

 

No Brasil, há cursos de agropecuária de nível técnico (ensino médio), superior (tecnológico) e de pós-graduação lato-sensu (especialização). Há ainda uma série de cursos de especialização em diversos setores da agricultura, pecuária e agronegócio.

 
Curso Técnico em Agropecuária  

 

É um curso de nível médio e pode ser oferecido na modalidade integrada (junto com o ensino médio) ou subsequente (após a conclusão do ensino médio). Essa formação pode ser na modalidade presencial ou a distância (EAD).

 
Que matérias podem compôr a grade do curso?

 

O curso técnico em agropecuária tem duração média de três anos e confere certificado de nível médio. Entre as disciplinas oferecidas, podemos citar:

  • Administração e Extensão Rural
  • Agroindustrialização de Alimentos
  • Agrostologia
  • Apicultura
  • Avicultura
  • Bovinocultura de Corte
  • Bovinocultura de Leite
  • Caprinocultura/ Ovinocultura
  • Criações Alternativas
  • Culturas Anuais
  • Defensivos Agrícolas
  • Desenho Técnico
  • Drenagem
  • Equinocultura
  • Empreendedorismo
  • Estatística
  • Ferramentas de Gestão
  • Floricultura e Jardinagem
  • Forragicultura
  • Fruticultura
  • Legislação e Políticas Agropecuárias
  • Mecanização e Irrigação
  • Micropropagação
  • Nutrição Animal
  • Olericultura
  • Plantas Medicinais
  • Produção Agroindustrial
  • Silvicultura
  • Solos
  • Suinocultura
  • Sustentabilidade
  • Topografia

 

Quais habilidades é preciso ter?

 

Para seguir uma carreira no campo, gostar do contato com a natureza e de trabalhar ao ar livre é uma característica fundamental. Outras habilidades importantes são empreendedorismo, interesse pelo meio ambiente, habilidade para lidar com máquinas e equipamentos agrícolas, capacidade de análise e planejamento, boa comunicação, atenção aos detalhes, flexibilidade e liderança, entre outras.

 

Quais as atividades desempenhadas por esse profissional?

 

Entre as principais atividades do profissional técnico de agropecuária, podemos citar:

  • Empreendimento e administração de negócios rurais.
  • Produção de alimentos.
  • Controle de qualidade de produtos em propriedades rurais e agroindustriais.
  • Assessoria técnica ao agricultor.
  • Assessoria em projetos de pesquisa de sistemas de produção agropecuária e agroindustrial.
  • Supervisão do manejo de matérias primas e processos de produção agropecuários e industriais.
  • Operação de projetos agropecuários e industriais
  • Acompanhamento e fiscalização de projetos agropecuários e agroindustriais.
  • Elaboração, aplicação e monitoramento de programas preventivos de sanitização na produção animal, vegetal e agroindustrial.
  • Fiscalização de produtos de origem vegetal, animal e agroindustrial.
  • Medição, demarcação e levantamentos topográficos rurais.
  • Atuação em programas de assistência técnica, extensão rural e pesquisa.

 

Como está o mercado de trabalho para essa profissão?

 

O agronegócio é responsável por mais de 23,5% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e estudos do Ministério da Agricultura apontam um aumento da produtividade nas zonas rurais do país até, pelo menos, 2022. Esse crescimento demanda uma grande quantidade de profissionais qualificados que possam atuar na produção, gestão, processamento e distribuição de produtos agropecuários. Com isso, podemos afirmar que o mercado de trabalho para o profissional técnico da agropecuária é favorável.

 
Onde o Técnico em Agropecuária pode atuar?

 

O profissional de agropecuária tem várias oportunidades de carreira, podendo atuar em:

  • Institutos de pesquisa
  • Propriedades rurais
  • Órgãos governamentais
  • Empresas comerciais
  • Estabelecimentos agroindustriais
  • Empresas de produção e assistência técnica de maquinário e tecnologias para produção agropecuária
  • Parques e reservas naturais
 
Qual a média salarial inicial para esse profissional?

 

Segundo pesquisa salarial do site de empregos Catho em 2018, um técnico em agropecuária tem ganho médio nacional inicial de R$ 1.992,43.  Já concursos públicos para profissionais de nível técnico, como por exemplo Agente de Atividades Agropecuárias e Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal (AISIPOA), oferecem salários iniciais de R$ 6.600,00, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em pesquisa de 2018.

Curso Técnico em Agropecuária da Fundação Roge

 

Na Fundação Roge, o Curso Técnico em Agropecuária é oferecido de forma gratuita junto com o Ensino Médio, voltado especificamente para a bovinocultura leiteira, com disciplinas como Cria e Recria, Reprodução, Forragicultura, Qualidade do Leite, entre outras. Essa é a Academia do Leite, projeto da escola que engloba todos esses esforços de aulas teóricas, práticas, visitas técnicas, eventos e estágios focados no mercado leiteiro. As turmas são formadas através de processo seletivo anual de jovens que já tenham concluído ou estejam concluindo o 9º ano do Ensino Fundamental.

O grande diferencial da escola é o tripé: Formação Humana, Formação Técnica e Formação Gerencial, sendo que este último é realizado através de uma parceria com a Clínica do Leite (Esalq/USP) em uma adaptação do Programa de Formação MDA de gestão de fazendas. Assim, a Fundação Roge ensina ferramentas de gestão adaptadas à pecuária leiteira, com foco nos resultados das fazendas. Além disso, "o plano pedagógico é inovador e cuidadosamente pensado para formar pessoas, não apenas técnicos" - Marina Danes, UFLA. 

Fonte: www.guiadacarreira.com.br e Catho Online

 

Conheça o projeto educacional "Academia do Leite" da Fundação Roge:

Clique aqui

 

 

Fundação Roge

Fundação Roge

Apaixonados por educação para o campo! Incansáveis. Ilimitados. Somos um time de talentos, prontos para realizar, para encantar e mais prontos ainda para transformar.