Bem estar animal na Fazenda de Leite

Bem estar animal na fazenda de leite

Bem estar animal em uma propriedade leiteira significa garantir um ambiente saudável e confortável onde ele possa expressar todo o seu potencial genético em produção. O bem estar deve ser garantido em todas as fases do animal.

O inimigo do bem estar: o estresse

O estresse é o principal fator que vai influenciar no bem estar do animal, especialmente, o estresse térmico. Segundo o médico veterinário Guilherme Gomes Vacas com estresse térmico comem menos, a ingestão de matéria seca pode cair em torno 6 a 30%, resultando na redução da produção de leite de 15 a 20%. Além de afetar a produtividade do gado, há um impacto negativo na reprodução piorando os índices em 40 a 50% e contribuindo para o aumento da taxa de mortalidade e índice de mastite.

Sinais de que algo não vai bem e que podem ser relacionados ao ambiente:

  • Queda brusca da produção de leite
  • Perda de escore corporal de uma hora para outra
  • Entrada agitada na sala de ordenha
  • Animais defecando mais que o normal

 Como garantir bem-estar aos animais?

Para garantir o bem-estar dos animais é preciso proporcionar uma boa qualidade de vida. O animal deve ter acesso a conforto e satisfação das suas necessidades. Devem ainda estar livre de fome, dores, medo, estresse e outros estados desconfortáveis. É fundamental também que haja o manejo correto para evitar má nutrição e doenças.

Um ambiente bem planejado propicia conforto aos animais, o que acarretará em maior produtividade. Favorecer ao animal a melhor condição de produção significa adotar práticas de bem estar dentro da propriedade. Assim, é importante oferecer:

  • Sombra de qualidade
  • Água fresca e de qualidade com fácil acesso
  • Evitar movimentação excessiva dos animais
  • Fornecer o tipo de piso ideal para que não haja desgaste de casco
  • Evitar agressividade como tapas no momento de tocar as vacas
  • Controlar a temperatura na maior parte do ambiente em que esses animais ficam (no caso de animais confinados)

É possível medir o bem estar?

Os indicadores podem ser baseados em medidas através do ambiente e também em medidas através do próprio animal. Como exemplos de medidas ambientais a serem consideradas, temos:

  • Número de animais por área
  • Área disponível, limpeza e manutenção em cocho e bebedouros
  • Ventilação
  • Umidade
  • Temperatura do ar
  • Qualidade e manutenção das instalações
  • Qualificação dos trabalhadores
  • Tipo de manejo realizado

Essas medidas são importantes para dar uma visão geral sobre fatores que estão interferindo no rebanho como um todo.
As medidas baseadas nos animais geralmente são provenientes de informações sobre aspectos clínicos, sua fisiologia e seu comportamento. Podem ser:

  • Mortalidade
  • Ocorrência de doenças
  • Problemas locomotores
  • Comportamentos anormais
  • Elevados níveis de cortisol e outros hormônios indicadores de estresse

Investir em bem estar animal aumenta as chances de maior retorno lucrativo nas fazendas de leite, assim como o investimento em profissionalização das equipes de trabalho nessas propriedades.

Clique Aqui e Saiba Mais

Fundação Roge
Written by Fundação Roge

Apaixonados por educação para o campo! Incansáveis. Ilimitados. Somos um time de talentos, prontos para realizar, para encantar e mais prontos ainda para transformar.

New Call-to-action
Fundação Roge

Blog Fundação Roge

Tudo sobre bovinocultura leiteira.

 

Inscreva-se em nosso blog!

Artigos Recentes

New Call-to-action