Blog

5 Carreiras promissoras no agronegócio




Profissões no agronegócio

O agronegócio tem grande participação na economia brasileira  e é responsável por criar grandes oportunidades de emprego. Segundo o site Agro em Dia, a População Ocupada (PO) no agronegócio brasileiro manteve-se estável entre 2017 e 2018, somando 18,20 milhões de pessoas, de acordo com pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da ESALQ/USP, com base em dados da PNAD Contínua, do IBGE.

Dados mais atuais do Cepea mostraram que no Brasil, em 2021, o agronegócio emprega 1 em cada 3 trabalhadores brasileiros.

Diante desta realidade, a demanda por mão-de-obra qualificada é grande e crescente, sendo que o leque de oportunidades profissionais neste ramo é bem grande.

Com tantas possibilidades, é comum para quem segue ou quer seguir uma carreira ligada à agropecuária, ter dúvidas sobre como se preparar para este mercado.

Escolher uma profissão , ou manter-se atualizado, é assunto sério e pode definir o sucesso ou o fracasso profissional. A motivação não devem ser os modismos, a pressão familiar ou até mesmo a falta de opções. Escolher uma qualificação profissional pelos motivos errados é arriscado e pode trazer prejuízos financeiros e emocionais.

Ser bem sucedido fazendo o que gosta é o desejo de todo profissional. E alcançar isso é absolutamente possível nas profissões relacionadas às atividades rurais!

Ler a respeito das áreas de maior interesse, desenvolver o autoconhecimento para entender claramente suas maiores habilidades, estar atualizado a respeito do mercado do agronegócio e realizar o contato com profissionais que já atuam no ramo são atitudes que podem ajudar muito na escolha da carreira.

Reconhecendo o crescimento na demanda de profissionais para o agronegócio e na intenção de colaborar com esse desafiador processo de tornar-se ou manter-se qualificado, destacamos aqui algumas das opções de qualificação no agronegócio:

1) Técnico em Agropecuária

 

Com formação de nível médio, é um profissional capaz de aplicar conhecimento técnico às habilidades práticas nas atividades agrícolas e pecuárias. O conhecimento teórico, o “saber fazer” e as competências de relacionamento fazem muita diferença nesta área. É comum no agronegócio, o profissional técnico ser muito valorizado e ter grandes oportunidades reais de crescimento.

2) Agrônomo

 

Profissional que tem como foco aumentar a produtividade de plantações através de técnicas de cultivo e controle de pragas, atuando do plantio à colheita. Também atua na comercialização e administração das propriedades. Agrônomos especializados têm muito espaço na área de pesquisa de novas tecnologias de produção.

3) Médico Veterinário

 

Atua na assistência clínica e cirúrgica, ações de saúde e prevenção de doenças, alimentação e reprodução dos animais. Tem espaço profissional também na indústria alimentícia, controlando as tecnologias de produção de produtos de origem animal e ainda na área comercial de produtos agropecuários.

4) Zootecnista

 

Este profissional atua em toda a cadeia produtiva animal, buscando aumentar a produtividade e a rentabilidade na criação de animais e no desenvolvimento de produtos de origem animal, como carne, ovos, leite e seus derivados. Trabalha com a administração, o melhoramento genético, a nutrição e reprodução animal, assim como na indústria alimentícia de origem animal, como embutidos e laticínios.

5) Técnico em Agronegócio

 

Também de nível médio, este profissional é preparado para orientar e administrar fazendas. Voltado mais para as questões administrativas das propriedades rurais, seu principal desafio é aumentar a eficiência do mercado agrícola e industrial por meio de técnicas de gestão e de comercialização. Trabalha com a execução de procedimentos para planejar e auxiliar na organização e controle das atividades de gestão do negócio rural.

Com formação técnica ou universitária, o sucesso profissional em qualquer uma dessas carreiras está mais relacionado ao perfil empreendedor, à flexibilidade nas relações humanas, à constante abertura a novos aprendizados e à visão globalizada do que somente ao conhecimento técnico.

Outra consideração importante a fazer é que é muito comum na agropecuária, as pessoas começarem a trabalhar (seja por interesse ou cultura familiar), e buscarem posteriormente uma qualificação. Vale a pena considerar que o conhecimento e a experiência muitas vezes se sobrepõem ao título em um diploma. Ter a habilidade de nunca deixar de aprender pode ser muito mais valioso!

E nesta era de fácil acesso ao conhecimento, com foco e determinação, todo profissional ou futuro profissional tem amplas condições de manter-se valorizado e até disputado pelo mercado.

Se o seu interesse é buscar qualificação técnica ou aperfeiçoar seus conhecimentos através de cursos livres, conheça como a FUNDAÇÃO ROGE pode te ajudar:

 

Clique aqui e conheça!

 

 

Fundação Roge

Fundação Roge

Apaixonados por educação para o campo! Incansáveis. Ilimitados. Somos um time de talentos, prontos para realizar, para encantar e mais prontos ainda para transformar.