Blog

Dicas para o resfriamento do leite na fazenda

Dicas para o resfriamento do leite na fazenda-1

A importância do resfriamento do leite na fazenda

Na atividade leiteira o resfriamento conserva o alimento, aumenta o tempo de armazenamento na fazenda e inibe a multiplicação bacteriana. A importância é tão grande que de acordo com a Instrução Normativa 62 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o resfriamento deve ser imediato após a ordenha. Caso não haja a refrigeração adequada, os microrganismos podem deteriorar o leite ou ainda serem responsáveis pela transmissão de doenças ao homem.

Qual é a temperatura ideal?

A temperatura de resfriamento do leite é 4°C, para evitar o crescimento de bactérias e alterações químicas. O leite deve atingir essa temperatura em até três horas. Ao misturar o leite da segunda ordenha com o da primeira a temperatura não deve ultrapassar os 10ºC, retornando a 4°C em duas horas.

Vantagens do resfriamento

  • Diminuição do custo do transporte, uma vez que com o armazenamento refrigerado, a fazenda pode entregar o leite de dois em dois dias;
  • É menor o esforço físico despendido na atividade, pois o processo é mecanizado;
  • Os horários de trabalho são mais flexíveis porque não há hora exata, nem correria para o transporte;
  • A quantidade de produtos de limpeza e escovas apropriadas e a mão-de-obra utilizada nos cuidados higiênicos são mais simples do que quando se utiliza latões;
  • Além de o produtor passar a tirar mais leite para ocupar o espaço do transporte a granel.

Dicas para uma refrigeração efetiva

A Embrapa Gado de Leite destacou dicas importantíssimas para a refrigeração e estocagem do leite, após a ordenha:

  • Manter o tanque de refrigeração de forma apropriada, seguindo as recomendações do fabricante;
  • Usar produtos de limpeza apropriados e proceder a higienização do equipamento de acordo com as recomendações do fabricante;
  • Resfriar o leite à temperatura inferior a 4 º C em até 2 horas após a ordenha;
  • Quando não se dispuser de tanque de refrigeração próprio, enviar o leite para o tanque comunitário, observando a legislação em vigor, quanto ao prazo e procedimentos;
  • Efetuar a limpeza do tanque de refrigeração imediatamente após a retirada do leite, adotando-se os seguintes passos, que podem ser modificados de acordo com as recomendações do fabricante:
    - Circular água morna de boa qualidade à temperatura de 40-45 ºC até que a água saia limpa;
    Usar detergente alcalino a ser diluído em quantidade de água adequada para o tamanho do tanque. Esfregar toda a superfície, o agitador, a tampa e demais componentes com escova específica para esta finalidade.
    Enxaguar com água fria.
    Verificar se a válvula de saída está limpa e se toda a água foi drenada. - Usar solução desinfetante ácida ao menos uma vez por semana. - Enxaguar o tanque com solução sanitizante 30 minutos antes da ordenha, realizando a drenagem cuidadosa em seguida.
  • Efetuar manutenção do tanque de refrigeração, adotando os procedimentos recomendados pelo fabricante ou assistência técnica.

DICA OURO BRANCO:

Para garantir a qualidade do leite resfriado é preciso investir na limpeza e higienização de todo o processo, desde a ordenha até a manutenção dos equipamentos, pois as bactérias podem estar presentes dentro e fora do teto da vaca, no ambiente, no ordenhador e na maioria dos utensílios.

 

Garantir a higiene no processo de ordenha é o primeiro grande passo para garantir a qualidade do leite. Algumas práticas simples podem garantir a higiene em todo o processo.

Clique aqui e saiba mais!

 

Fundação Roge

Fundação Roge

Apaixonados por educação para o campo! Incansáveis. Ilimitados. Somos um time de talentos, prontos para realizar, para encantar e mais prontos ainda para transformar.