Blog

8 Cuidados na utilização da ureia na alimentação bovina

8 Cuidados na utilização da ureia na alimentação bovina-1A ureia é utilizada como alternativa na suplementação da alimentação bovina. É uma opção viável principalmente na época da seca, quando as forragens apresentam baixas taxas de crescimento e níveis de proteínas.

A ureia pode ser fornecida em diferentes sistemas de alimentação como cana de açúcar, capim picado, silagem, concentrados e entre outros. Segundo o portal da Revista Milkpoint, esses alimentos enriquecidos com ureia, apresentam algumas vantagens para o produtor de leite:

  • é uma tecnologia simples e acessível
  • é fonte de nitrogênio não protéico de baixo custo
  • reduz perdas de peso dos animais no período seco
  • é de baixo custo de implantação
  • estimula a produção de leite

É preciso cuidado na utilização da ureia!

Por ser um suplemento de baixo custo a ureia é muito utilizada por produtores, porém o uso incorreto pode causar a intoxicação dos animais e acarretar grandes prejuízos .

De acordo com a Revista Agropecuária, alguns incidentes com a ureia podem causar uma intoxicação aguda, ocasionada pelo consumo na dose recomendada em animais não adaptados previamente, por ingestão de grandes quantidades (no caso de animais já adaptados) e falta de homogeneidade em mistura nas rações.

Quando a ureia é ingerida de forma inadequada os sintomas se iniciam num período de 20 minutos até uma hora, o animal apresenta:

  • Agitação
  • Salivação em excesso
  • Falta de coordenação motora
  • Tremores musculares
  • Micção e defecção frequentes
  • Respiração ofegante
  • Timpanismo

O animal foi intoxicado, e agora?

É preciso agir com rapidez e cautela. O professor Enrico Lippi Ortolani, do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP recomenda uma simples mistura de soro fisiológico e diurético administrada por via intravenosa, que hidrata a vaca e elimina a toxina do sangue.

É comum também o uso do vinagre (ácido acético a 5%) na dose de 3 a 6 litros por animal e repetindo-o, caso reapareçam os sintomas.

O produtor de leite que faz o uso deste suplemento deve atentar-se a todos os cuidados e buscar orientação profissional para situações emergenciais.

Recomendações para o uso da ureia

A ureia na alimentação é uma alternativa muito interessante para o produtor e para garantir a produção de leite no período de seca é preciso tomar os seguintes cuidados:

  1. A ureia deve ser misturada de forma homogênea aos alimentos, a fim de se obter uma ingestão regular deste alimento;
  2. Deve ser fornecida misturada ao alimento diariamente, sem interrupções, pois deverá haver um novo período de readaptação;
  3. Devem-se manter os cochos cobertos e com furos para dreno de água;
  4. Nunca use ureia dissolvida em água de beber dos animais ou em “sopões”;
  5. É importante um acompanhamento técnico para escolha e adequação de um método que se adapte às condições de cada propriedade;
  6. Deve ser armazenada em pilhas de no máximo 20 sacos sobre estrado de madeira, em local seco e arejado;
  7. O seu prazo de validade é de 36 meses desde que mantida em boas condições de armazenamento;
  8. Fazer a adaptação do animal antes do fornecimento.

Saiba quais as vantagens do uso da cana de açúcar enriquecida com ureia:

Clique aqui e conheça!

Fundação Roge

Fundação Roge

Apaixonados por educação para o campo! Incansáveis. Ilimitados. Somos um time de talentos, prontos para realizar, para encantar e mais prontos ainda para transformar.