Blog

Vantagens e desafios dos diferentes sistemas de confinamento

Vantagens e desafios dos diferentes sistemas de confinamento

A criação de vacas confinadas é cada vez mais comum na pecuária leiteira, principalmente pela necessidade de crescimento da produtividade em pequenas áreas.

A modernização da atividade leiteira exige que os produtores mantenham-se atualizados e suscetíveis a mudanças. A eficiência é um requisito para se manter na atividade. É preciso ser produtivo com baixo custos, por isso os fazendeiros foram aumentando o tamanhos dos rebanhos, mas as áreas não se expandiram na mesma proporção.

As instalações do sistema de confinamento permitem uma maior produção, alimentação adequada e principalmente o bem estar animal. Apesar dos investimentos serem maiores do que na criação a pasto, a produção do rebanho faz com que esse valor retorne ao produtor. A escolha do tipo ideal de confinamento vai depender da realidade de cada fazenda de leite, se o proprietário quer adotar um sistema mais sustentável ou economicamente mais viável. São exemplos de sistemas de confinamento:

1) Tie Stall
 

vantagens e desafios dos sistemas de confinamento.jpg

É um sistema de confinamento total durante o período produtivo das vacas leiteiras. Os animais permanecem lado a lado em baias individuais, geralmente presos em correntes no pescoço e recebem sua alimentação no cocho. Normalmente ficam soltos durante a ordenha, uma hora aproximadamente, quando aproveitam para caminhar. Este tipo de instalação exige mão-de-obra qualificada e com grande investimento na infraestrutura, as vacas devem ter alto potencial genético. Este método não é mais tão utilizado devido a preocupação com o bem estar animal.

Vantagens:

  • Vacas limpas
  • Possibilidade de maior atenção a todos os animais
  • Fácil mecanização
  • Situação de trabalho do funcionário confortável
  • Prático manejo, principalmente para rebanhos menores.

 

Desafios:

  • Dificuldades em prender e soltar os animais;
  • Reduz a oportunidade das vacas exercitarem;
  • Muito trabalho se não for manejo mecanizado;
  • Alto custo de construção das instalações;
  • Poucas possibilidades de separação de vacas por lotes, maior possibilidade de stress.
  • Oportunidade reduzida dos animais se exercitarem, o que aumenta a possibilidade de estresse dos animal

 

2) Loose Housing:

 

vantagens e desafios dos sistemas de confinamento.jpg

O confinamento dos animais ocorre em estábulos com área de repouso coletivo para bovinos de leite, num local de terra batida ou concretada, cobertos por uma camada de cama que pode ser de palha de trigo, palha de arroz, areia, esterco desidratado, cepilho de madeira e outros materiais. Embora os animais estejam confinados, ficam em áreas livres para os exercícios com áreas cobertas para se protegerem do sol forte, chuva e ventos frios. Neste sistema a alimentação e a ordenha ocorrem em áreas ou galpões separados. Exige menor nível de detalhamento do sistema quando comparado ao Free-stall, pois os animais permanecem em grandes currais equipados com área de descanso comum e sombreados. Nesse sistema, o capital investido por animal alojado é menor.

Vantagens:

  • Menor custo de construção;
  • Facilidade da detecção de animais no cio;
  • Animais livre para expressar seu comportamento natural (correr, deitar)

 

Desafios:

  • Problemas com o escoamento de dejetos da cama;
  • Pode apresentar infecção de moscas

 

3) Free-stall:  

 

vantagens e desafios dos sistemas de confinamento.jpeg

Neste sistema, as vacas ficam soltas dentro de uma área cercada, sendo parte dividida em baias individuais, onde os animais permanecem lado a lado, e são forradas com cama que pode ser areia ou borracha triturada. As baias são destinadas ao descanso dos animais e a outra parte da instalação é destinada para a alimentação e exercícios. O sistema Free-stall foi recomendado e se tornou muito popular entre os produtores, devido ao seu manejo, ou seja, quando as vacas não estão sendo ordenhadas, elas podem ficar vagando livremente em um grande espaço aberto com chão de terra ou concreto e acesso fácil para a alimentação que pode ser de feno ou silagem. Na hora da ordenha, as vacas podem ser treinadas para andar em uma sala de ordenha separada, onde terão acesso aos alimentos concentrados, enquanto estavam sendo ordenhadas.

O confinamento em galpões com sistema free-stall é um dos sistemas preferidos pelos produtores para a criação de gado de leite.

Vantagens:

  • Custo operacional econômico
  • Fácil mecanização
  • Animais se exercitam regularmente
  • Menor área de repouso necessária quando comparada com a de repouso coletivo
  • Vacas permanecem mais limpas
  • Alta flexibilidade para organizar diferentes manejos de alimentação, grupos, etc.

 

Desafios:

  • Custo de construção alto
  • Menor atenção individual
  • Maior competição
  • Vacas mais suja se houver falha no manejo de limpeza

 

4) Compost Barn:

 

vantagens e desafios dos sistemas de confinamento.jpg

É um sistema de confinamento em que estábulo é feito com material de compostagem. Neste tipo de instalação os animais ficam soltos e podem caminhar livremente dentro do galpão, visando melhorar o conforto e bem-estar dos animais e, assim melhorar os índices de produtividade do rebanho. As instalações permitem aos animais mais liberdade de movimento e um espaço onde podem deitar naturalmente.

O material de cama deve ser manejado adequadamente para proporcionar uma superfície seca, confortável e saudável em que as vacas possam levantar e andar em uma superfície macia. O sucesso do sistema depende principalmente do manejo da cama, que consiste em seu revolvimento, e quando a compostagem é realizada de forma correta ocorre aumento da temperatura da cama, com redução da umidade e melhoria do processo de compostagem. O Compost Barn permite melhorar a sustentabilidade na pecuária leiteira, tendo como desafio combinar mais espaço para os animais com menores emissões de gases e, ao mesmo tempo com um preço de custo reduzido.

Vantagens:

  • Vacas possuem maior liberdade para se movimentar e deitar
  • Menor possibilidade de problemas de casco
  • Aumento da detecção de cio,
  • Menor odor dos dejetos,
  • Diminui a incidência de moscas
  • Reduz o estresse térmico

 

Desafios:

  • Dificuldade em encontrar material para a cama;
  • Dificuldade no manejo da cama;

 

O Free stall e o Compost barn têm o intuito de oferecer mais conforto ao animal para que eles tenham condição de expressar todo o seu potencial genético através da produtividade.

 

 

New Call-to-action

 

Fundação Roge

Fundação Roge

Apaixonados por educação para o campo! Incansáveis. Ilimitados. Somos um time de talentos, prontos para realizar, para encantar e mais prontos ainda para transformar.