Blog

Ordenha mecânica ou ordenha manual?

ordenha mecânica ou ordenha manual.jpg

Os avanços tecnológicos permitem a criação de diversos instrumentos que melhoram a vida do homem no campo. É o caso do sistema de ordenha em que o produtor de leite pode optar pelo uso do sistema mecânico para a extração de leite, ao invés do sistema manual.

Não existe diferença na constituição do leite ordenhado manualmente ou mecanicamente, pois as chances de contaminação por microorganismos estão relacionadas com o grau de higienização dos utensílios necessários para determinados procedimentos.

A escolha pelo melhor tipo de sistema deve ser baseado nos dados da propriedade, por exemplo: infraestrutura da propriedade, número de animais, número de colaboradores e produtividade animal (kg/dia de leite), custos operacionais e investimentos totais a serem realizados. A partir desses dados o produtor poderá decidir o que for melhor para o seu sistema de produção.

Ordenha manual

Na ordenha manual, o leite é retirado pelas mãos do ordenhador em um balde.

A realização desse processo necessita de instrumentos simples como: balde, o coador/filtro, tanque de refrigeração ou latão, a peia (para conter as pernas das vacas) e o banquinho para o ordenhador sentar e iniciar o procedimento.

Geralmente, o produtor de leite opta pela ordenha manual quando o número de vacas em lactação é pequeno,em muitos casos inviabilizando o investimento.

Ordenha mecânica

Na ordenha mecânica o leite é tirado através de um equipamento mecânico que simula a mamada do bezerro. Existem quatro tipos de ordenha mecânica, são eles: balde ao pé, canalizada linha alta; canalizada linha intermediária; e canalizada linha baixa é interessante observar qual é o tipo que atende melhor a necessidade do produtor.

Todo o equipamento de ordenha mecânica é composto por três sistemas fundamentais que são: o sistema de vácuo, a bomba de vácuo, regulador, reservatório, frasco sanitário, vacuômetro e tubulação de vácuo, o conhecimento técnico que o operador deve ter sobre o equipamento é essencial para melhor utilização.

A ordenha mal feita e o uso incorreto da ordenhadeira podem diminuir consideravelmente a produtividade e a rentabilidade da exploração leiteira, já que podem resultar em menor quantidade de leite, com pior qualidade, aumento da incidência de mamite, e também o custo de produção. Para que isso não aconteça é necessário ressaltar a relevância de um profissional que saiba manusear o equipamento e conheça aspectos básicos da anatomia e fisiologia do úbere, comportamento do gado leiteiro em lactação e normas de higiene. Foram identificadas algumas vantagens que a ordenha mecânica tem em relação a manual.

Vantagens da ordenha mecânica:

- Redução de tempo de ordenha

- Economia na contratação de mão de obra

- A ordenha mecânica não estressa o animal

- Podem ser ordenhados mais de um animal por vez.

- Maior facilidade de operação / manejo

- Rotina de ordenha com horários fixos

Para o produtor de leite ficam algumas evidências sobre as possíveis vantagens que o sistema de ordenha mecânica pode oferecer, além de ser um investimento com retorno satisfatório, especialmente para produtores que prezam pela qualidade do leite aliada a alta produtividade.

 

Já ouviu falar em robôs que tiram leite?

Clique aqui

Fundação Roge

Fundação Roge

Apaixonados por educação para o campo! Incansáveis. Ilimitados. Somos um time de talentos, prontos para realizar, para encantar e mais prontos ainda para transformar.